Bruno Heim
23 de agosto de 2018 21:29

O Atirador | Netflix: “Solotov”, o anjo da morte da segunda temporada

O Atirador (Shooter), lançado em 15 de 2016, é uma série de ação do Netflix. Nesta segunda temporada da série, Swagger terá um antagonista à sua altura, o Solotov. Conhecido como o “Anjo da Morte”, ele eliminará todo um pelotão que serviu junto com Bob Lee, durante a guerra.

Contudo, o herói de guerra descobrirá que por trás do seu inimigo, há uma espinhenta conspiração. Entretanto, Swagger precisará por um fim em Solotov e acabar com uma organização secreta. Ele descobrirá que está mais envolvido com a trama do que imagina e terá de correr contra o tempo para livrar-se.

Esta segunda temporada é repleta de conspirações e segredos de governo. Swagger terá de provar se realmente é um soldado de elite ao encarar seus novos desafios.

Personagens

Patricia Gregson (Beverly D’Angelo – que ficou famosa por Férias Frustradas, com Chevy Chase), Conselheira de Segurança Nacional na temporada anterior, aparece como peça chave e uma das principais articuladoras de toda a história.

T. Solotov (Josh Stewart) é um atirador de elite soviético que tenta destruir as evidências dos seus assassinatos durante a Guerra do Afeganistão e sua participação como integrante fundamental da maior rede global conspiratória que existe.

Isaac Johnson (Omar Epps) e Nadine Memphis (Cynthia Addai-Robinson) continuam fundamentais para o desenvolvimento da trama, hora agindo sozinhos em benefício e interesse próprio, hora saindo em auxílio de Bob Lee.

Senador William Hayes (Harry Hamlin) é o master mind da Rede Atlas.

O Atirador: enredo

A segunda temporada de O Atirador se inicia em Frankfurt, Alemanha, em uma cerimônia de homenagem ao Oficial Sênior Dr. Kevin Campell, médico da equipe 8113, do Comandante Swagger, na qual o próprio Bob Lee, após seu discurso de homenagem e agradecimento pela atuação em campo do médico de sua equipe, o condecora com a Medalha de Prata por bravura e valor.

Em meio às festividades, Bob Lee, Julie e os membros da sua equipe de guerra, a 8113, são alvejados em um atentado terrorista que também conta com a participação de um atirador que ataca alvos específicos. Muitos mortos depois, incluindo membros de sua equipe, Bob Lee toma para si a responsabilidade de descobrir quem está por trás do atentado.

Isaac Johnson, escondido na Tailândia, percebe que seu esconderijo foi comprometido e sabe que terá que voltar a ativa. Nadine Memphis, transferida para Washington, não é mais agente de campo e é contatada por Patricia Gregson para uma missão às escuras. Na Europa, Nadine reencontra Bob Lee.

De volta aos Estados Unidos, Bob Lee e os sobreviventes do atentado em Frankfurt começam a juntar as peças e descobrem que ninguém menos que eles mesmos, a própria equipe do Batalhão 8113, foi o alvo do atentado terrorista. E, um a um, começam a morrer, sem que Bob Lee nada possa fazer.

Com o prosseguir das investigações, Bob Lee descobre que o atentado foi obra de um sniper soviético tão bom quanto ele, seu rival, Solotov. Inicia-se, então, uma caçada mútua entre Bob Lee e Solotov, com direito a disfarces e aproximação de Julie Swagger pelo atirador soviético que, após ser descoberto, ameaça explodir uma igreja, no dia do batismo de Mary Swagger, filha de Bob Lee.

Mudanças na segunda temporada

A temporada que foi encurtada para apenas oito episódios, por conta de um acidente fora de set do ator Ryan Phillipe, em que ele quebrou a perna, foi cheia de reviravoltas e trapaças. Ao contrário da primeira temporada, dá-se entrada para a continuação da trama durante a terceira temporada.

Bob Lee é informado por Solotov que seu falecido pai estava envolvido em uma rede de conspiração ultra-secreta chamada Atlas, da qual ele faz parte e que o atentado na Alemanha foi orquestrado por esta organização. Enquanto isso, Nadine desvenda um dos Cabeças do Atlas, o Senador Hayes.

Confira também a análise completa de “O Atirador”, clicando aqui.

Disqus Comments Loading...