Os Inocentes: tudo sobre a série de metamorfos do Netflix

A nova aposta de ficção científica do Netflix é a série ‘Os inocentes’ (The Innocents, em inglês) que estreou nesta última sexta-feira (24).

Criação assinada por Simon Duric e Hania Elkington, a produção britânica retrata a história de June, uma adolescente que guarda um – terrível – segredo. Apaixonada por Harry, o casal decide fugir de casa, no dia do décimo sexto aniversário de June, para viverem, livres, esse grande amor.

O primeiro capítulo parece um quebra-cabeça que, ao que tudo indica, vai sendo montado com o prosseguir dos episódios. Com uma narrativa muito, muito, muito, muito (sono) lenta, apresenta aos espectadores personagens sombrios e sobrenaturais.

A partir do segundo episódio, a narrativa diferente vai encorpando e captando a atenção do espectador. Em oito episódios, a série narra a história do romance sobrenatural dos adolescentes.

Três lugares: a casa de June, com seu pai e seu irmão, no interior da Inglaterra. A casa de Harry, com sua mãe e seu pai. E, um recanto, chamado Santuário (Sanctum), no Condado de Hordland, Noruega, onde vivem indivíduos com características bastante distintas.

Enredo de “Os Inocentes”

June McDaniel (Sorcha Groundsell) é uma adolescente que vive monitorada pelo seu suposto pai, John (Sam Hazeldine), em sua casa. Todos os dias tem a mesma rotina, come da mesma comida – um tipo de mingau – e toma uma medicação que parece um forte sedativo. Vai para escola, mas com estreita supervisão de John.

O irmão de June, Ryan (Arthur Hughes) tem atrofia muscular em um dos braços e vive em um casebre separado, preso por John, sendo alimentado através de uma portinhola. Ele não pode ver o mundo de fora.

John tem planos de enclausurar June (e Ryan) ainda mais e mudar-se para o norte da Escócia, na Ilha Fair, no dia do seu aniversário de dezesseis anos.

Harry Polk (Percelle Ascott) mora com sua mãe e seu pai. Este último, aparentemente, um deficiente mental, recebe cuidados de Harry que se sente sobrecarregado.

Harry e June são namorados de escola e estão perdidamente apaixonados. Cansados da vida de peso e segredos que levam, Os Inocentes decidem fugir para viver em paz e felicidade.

Os metamorfos

No outro extremo da trama, Dr. Bendik Halvorson (o reconhecido Guy Pierce), reúne em um lugar inóspito rural da Noruega – transformado em um tipo de bunker de pesquisa – personagens excêntricos e aleatórios. Dentre eles, Elena Askelaand (Laura Birn), mãe de June. Reunidos por um único motivo: suas capacidades sobrenaturais de Metamorfose humana.

Halvorson envia Steiner (Jóhannes Haukur Jóhannesson), um agressivo metamorfoseado, para capturar June e levá-la ao encontro de sua mãe, na Noruega. Para isso, conta com uma mensagem de Elena, em um celular, explicando a situação.

Entretanto, June não tem ideia que é uma Metamorfoseia e fica apavorada com a brutalidade do encontro com Steiner.

Dá-se início a uma dura caçada que se prolonga por vários episódios e conta com momentos de violência, perseguições e romance entre o casal.

Ao mesmo tempo em que foge de Steiner com a ajuda de Harry, June busca desvendar o mistério do desaparecimento de sua mãe. Sobretudo aprender a lidar com as mudanças que começa a observar em suas habilidades físicas.

Elenco

‘Os Inocentes’ aposta em um elenco de desconhecidos do público em geral.

Guy Pierce, o Dr. Bendik Halvorson, é o nome de mais peso da série. Ator inglês, com destaque em Hollywood, ficou famoso por interpretações em Los Angeles: Cidade Proibida, de 1997 e O Discurso do Rei, em 2010.

Jóhannes Haukur Jóhannesson, o metamorfoseado Steiner, é um ator Islandês, formado em Artes Performáticas, pela Universidade da Islândia, em 2005 e ficou famoso por sua atuação em Game of Thrones.

No entanto, a jovem Sorcha Groundsell, que dá vida a June McDaniel não é tão novata quanto parece tendo atuado na produção escocesa como In Plain Sight, de 2016 e Clique, em 2017.

Percelle Ascott, Harry Polk, atuou em Bruxos vc. Aliens, em 2012.

Ingunn Beate Øyen, atriz norueguesa, interpreta Runa, mulher do Dr. Halvorson. Lise Risom Olsen, atriz escandinava residente em Berlim, interpreta Sigrid. Ambas são Metamorfoseias e residem no esconderijo de Halvorson.

Nadine Marshall interpreta Christine Polk, mãe de Harry e Detetive de Polícia, encarregada da investigação do sumiço do casal.

Trilha Sonora

Um detalhe a parte, que chama muita atenção na série ‘Os Inocentes’ é a trilha sonora de excelente qualidade.

No entanto, há momentos em que as músicas têm mais destaque que a própria trama. Fortes nomes da música como The Zombies, Bitter Ryhmes e Autograph compõe a trilha cativante da série.

Confira a lista de algumas das principais músicas da primeira temporada de ‘Os Inocentes’ no final deste artigo.

Cenário

A série desenvolve-se em meio às pitorescas paisagens rurais da Europa e alguns centros urbanos que, de fato, são bastante diferentes do que o espectador está acostumado nas produções norte-americanas de grande sucesso.

O cenário é bucólico e entristecido, nublado e com bastante neblina, o que compõe bem o clima sombrio da série.

Os Inocentes: resumo da história

É impossível, ao assistir ‘Os Inocentes’, não traçar um parâmetro de comparação com produções mais grandiosas como X-Men.

Em resumo, a história é, praticamente, uma releitura intelectualizada de Xavier e seus “alunos”.

Halvorson atua como Professor X, guiando e protegendo seus pupilos, na busca de chegar à causa das suas metamorfoses.

Os personagens, de modo geral, têm características bastante similares aos mutantes de Holywood. Entretanto, receberam uma roupagem mais refinada e lenta, sem tantas explosões e efeitos especiais rebuscados.

Por enquanto é duvidosa a aceitação de ‘Os Inocentes’ pelo público em geral. Todavia, a narrativa morosa pode, por vezes, cansar e até fazer dormir os despercebidos.

Contudo, a história tem valor artístico e é a centésima quinta produção original do Netflix, que alcança o patamar de maior produtor da atualidade.

Confira a lista de Músicas do primeiro episódio de ‘Os Inocentes’:

  • Safari Riot – Where Is My Mind
  • Autograf – Nobody Knows (feat. WYNNE)
  • LCD Soundsystem – Oh Baby
  • Sigrid – Strangers
  • The Zombies – She's Not There
  • Minor Victories – Higher Hopes
  • Phoebe Bridgers – Smoke Signals
  • Riton – Rinse & Repeat ft. Kah-Lo
  • Sigrid – Dynamite
  • Vitalic – Poison Lips
  • Bitter Rhymes – Purity Ring