Estreada oficialmente em 18 de dezembro de 2015 no Netflix, a comédia animada “F is for Family” faz uma analogia da família norte-americana durante a década de 70.

O protagonista e chefe de família, Frank Murphy, é um pai e marido essencialmente tradicionalista que serviu no Coreia quando mais novo. Após o seu regresso da guerra, a sua maneira de pensar e atitudes foram fortemente abaladas, tornando-o uma pessoa irritada e insensível.

A série animada é a grosso modo uma comédia adulta e tem um humor um tanto politicamente incorreto, totalmente diferente dos tempos atuais. Naquela época os pais corrigiam os filhos com boas palmadas, podiam fumar em locais fechados, beber em público e andar armado em aeroportos.

Na introdução é possível acompanhar a rápida evolução do personagem, desde adolescência, ao alistamento militar e por fim como um pai de família estressado com as grandes responsabilidades da vida.

Casado com Sue, Frank tem três filhos que deixam a sua vida um pouco mais emocionante, pelo menos durante o tempo que ele passa em casa após o trabalho ou durante os fins de semana.

Em uma época sem internet e mídias sociais, a diversão mais comum dos americanos era sentar no sofá em frente a um televisor preto e branco e aproveitar ao seriado da tarde. As crianças, ou melhor, os filhos de Frank tem um campo de diversão muito grande pela vizinhança, que vão de brincadeiras de subir em árvores a rolar em um tonel vazio morro abaixo.

Frank é um cara muito estressado e leve seu stress ao pé da letra, descarregando toda sua amargura em um saco de pancadas que fica na sua garagem. Suas diversões é beber uma cerveja no fim de tarde com seus amigos em frente de casa, falar mal dos vizinhos e aproveitar um bom programa de ação na TV antes de dormir. Em tempos que as pessoas ainda não eram substituídas por máquinas e a realidade era totalmente diferente, muitos adultos esquecem que estão assistindo a um desenho, por se parecer muito com a realidade da época em um filme com a mesma temática.

A série tem muitos requintes maldosos, críticas ao governo e a população em geral, além das comuns traquinagens das crianças que viviam alheias as maldades do mundo adulto, brincavam de bicicleta, bola e pega pega. E como as crianças se divertiam naquela época. Se os produtores do Bill Burr e Michael Price queriam resgatar os bons tempos dos anos 70, com certeza conseguiram, mostrando que as crianças viviam sua infância, diferente de hoje, que mal saem da frente do computador e sabem das coisas tanto quanto um adulto.

O irritado e aborrecido Frank não tem muita paciência com as crianças ou sequer tem um instinto paternal, em contraste com a sua esposa Sue, que além de uma boa mãe, se vê desiludida com os afazeres de casa, em uma época em que as famílias americanas eram extremamente patriarcais.

É uma série com risos constantes, muita malícia e descasos com acontecimentos da época. Ao mesmo tempo em que a animação tem um contexto bastante adulto, ela traz de volta a inocência de uma época mais simples e quem sabe talvez mais feliz da que vivemos atualmente.

Uma crítica que muitos notarão na série é a cerveja que os personagens tomam, chamada de “Casa Branca”, uma espécie analogia a política da época.

“F is for Family” é uma grande série animada, direcionada aos adultos, que merece muita a atenção de quem procura algo para dar muitas gargalhadas ao invés de estressar-se com notícias ruins dos noticiários. Você com certeza terá muitos motivos para rir com a série, mesmo se passando em uma época em que a inflação norte-americana era bem alta e a vida em muitos aspectos era mais difícil (ainda assim era mais alegre).

Infelizmente a série é curta e possui somente 1 temporada com apenas 6 episódios com duração de 30 minutos em média mas vale cada minuto assistido.