As melhores séries da Marvel para assistir no Netflix

O Universo multimilionário da Marvel dá muito pano para manga. Por esta razão preparamos uma lista com as melhores séries da Marvel para assistir no Netflix.

O início do grandioso sucesso da franquia começou com o longa-metragem Homem de Ferro, de 2008. Desde então, foram produzidos mais 17 filmes e um número bem grande de spin-offs, incluindo tentativas de séries televisivas.

Dentre tantos fatores, o que torna o Universo Marvel tão interessante é o brilhantismo com o qual as histórias se intrincam. Os personagens não são isolados e têm suas histórias mescladas entre si. Isso concretiza a verossimilhança da franquia e garante a credibilidade, o que transparece tacitamente no amor do público.

Séries televisivas do universo Marvel

Todas as centenas de personagens são profundamente elaborados, social, profissional e psicologicamente. Portanto, há uma quantidade infinita de histórias para contar. Cada dia, uma novidade e de uma forma muito bem amarrada.

Marvel’s Agents os Shield

Marvel’s Agents os Shield
Marvel’s Agents os Shield – 2017 (ABC Studios,Disney-ABC Domestic Television,Marvel Studios,Netflix/Divulgação)

Marvel’s Agents os Shield é exibida pela ABC, distribuída no Brasil pelo Canal Sony, foi a primeira série surgida do UCM. E o retorno foi bastante positivo. A partir daí, todo mundo começou a querer tirar uma fatia do bolo. Inclusive, nossos amigos do serviço de streaming.

Estrelando Clark Gregg como Phil Colson, único personagem com múltiplas aparições em todos os diferentes setores da Marvel – comics, filmes, TV e webseries – a série teve uma casta fiel de espectadores. A série tem cinco temporadas. Todavia, o quinto ano introduziu elementos de conclusão. E, em 2019, tudo indica, a série dará adeus às telinhas.

Agent Carter

Agent Carter
Agent Carter – 2016 (Fazekas & Butters,Marvel Television,ABC Studios,Netflix/Divulgação)

Estrelando Hailey Atwell, como Peggy Carter. Dominic Cooper como Howard Stark (pai de Tony Stark) e James D’Arcy como J.A.R.V.I.S, também fez grande sucesso.

Outra derivação do UCM, Inumanos (Marvel’s Inhumans), também produzida pela ABC, em 2017, e consta do catálogo do Netflix Brasil. Esta série de modesto sucesso conta a história da família real de Super-Humanos da cidade lunar de Attilan e sua briga pela manutenção no poder.

Além dessas, Marvel’s Cloak and Dagger, Marvel’s Runways, Marvel’s New Warriors, Fugitives, demonstram que passa ao largo o fim das histórias desse universo em contínua expansão.

Séries da Marvel originais do Netflix

Entretanto, o Netflix se propôs a dar início a sua própria franquia de super-heróis da Marvel, ao estilo Os Vingadores.

Menos conhecidos e – muito – mais imperfeitos, com sérios desvios de personalidade, estes personagens têm sido a aposta para um sucesso ainda maior da plataforma.

Jessica Jones

Jessica Jones
Jessica Jones – 2015 (Marvel, Netflix/Divulgação)

Jessica Jones (Krysten Ritter) é baseada na heroína homônima da Marvel Comics.

Além de reforçar a revolução feminina, Jones é clássica anti-heroína que evoca a simpatia dos espectadores. Abusada sexualmente na infância, com transtorno de estresse pós-traumático e praticamente alcoólatra. Ela tenta esconder suas habilidades sobrenaturais e viver como detetive particular.

Mesmo assim, ao lado de outros super-heróis – donos de suas próprias séries – como Luke Cage e Punho de Ferro, ela abarca no papel da heroína. A série teve duas temporadas.

Luke Cage

Luke Cage
Luke Cage – 2018 (Marvel, Netflix/Divulgação)

Mike Colter dá vida a Luke Cage, outro herói da Marvel Comics. Fruto de uma experiência científica sabotada, ele foge para o carente bairro Harlem e tenta se reconstruir como indivíduo e na sociedade.

Com pele impenetrável e super força, Cage tenta encontrar o complexo equilíbrio entre o seu papel de super-herói e seu lado humano.

Uma característica curiosa nas séries de super-heróis reproduzidas pelo Netflix é o forte bairrismo, como personagem adicional à trama. Em Jessica Jones e Demolidor, Hell’s Kitchen, um bairro de NY, tem fundamental importância. E, assim é também em Luke Cage. O Harlem, com suas gangues e conflitos, vibra e clama pelo super-herói.

Luke Cage é uma série de cunho político, com um protagonista negro encapuzado “à prova de balas”.

Simone Missick, Alfre Woodard, Rosario Dawson e outros completam o elenco. Participação especial de Sonia Braga.

Demolidor

Demolidor
Demolidor – 2016 (Marvel, Netflix/Divulgação)

Considerada a melhor série de super-herói da Marvel já produzida.

Daredevil, em inglês, reproduz a história em quadrinhos, de Matt Murdock, interpretado aqui por Charlie Cox.

Após um acidente radioativo que tirou sua visão, na adolescência, o atual advogado adquire poderes sobrenaturais. Ele abre sua prática advocatícia no perigoso bairro Hell’s Kitchen, no qual passa a lutar contra o crime.

O Homem Sem Sombra, como é conhecido, intrinca sua história no mesmo cenário dos Vingadores. Isso expande o Universo Marvel e torna todo o contexto muito inteligente e interessante.

A temporada 3 estréia no dia 19 de outubro, de acordo com a plataforma de streaming.

O Justiceiro

O Justiceiro
O Justiceiro – 2017 (Marvel, Netflix/Divulgação)

Original Netflix e mais uma peça do quebra-cabeças do Universo Marvel. Criado por Steve Lightfoot. Spin-off de Demolidor. Frank Castle, personagem interpretado por Jon Bernthal, foi firmado como coadjuvante em Demolidor. Fez tanto sucesso que adquiriu série própria. O ex-veterano de guerra é alimentado pelo ódio da perda de sua família e confronta cotidianamente inúmeros malfeitores.

A série tem pontos fracos como lentidão de narrativa e a falta de imaginação, mas é repleta de ação e violência.

Elenco: Deborah Ann Woll, Ebon Moss-Bachrach, Amber Rose Revah, Ben Barnes e participação de Shohreh Aghdashloo.

Punho de Ferro

Punho de Ferro
Punho de Ferro – 2018 (Marvel, Netflix/Divulgação)

Iron Fist (em inglês) é a mais nova produção de sucesso da franquia Marvel, pelo Netflix. Com Finn Jones como Danny Rand – o Punho de Ferro. Elenco principal: Jessica Henwick, Tom Pelphrey e Jessica Stroup.

O enredo é interessante e original. Após um acidente de avião na Cordilheira do Himalaia, Rand é resgatado por monges tibetanos e educado nas artes marciais. É assim que se transforma no Punho de Ferro.

A história dos quadrinhos é embebida no misticismo oriental Kun’Lu e apresenta belas lutas de Kung Fu bem coreografadas.

Falta corpo a história, mas a intenção é boa. Pode ser que a próxima temporada traga melhor elaboração de conteúdo. Torçamos porque a idéia é excelente! Saiba mais sobre a série Punho de Ferro.

Os Defensores

Os Defensores
Os Defensores – 2017 (Marvel, Netflix/Divulgação)

Jessica Jones, Luke Cage, Matt Murdoch e Danny Rand compõe o grupo dos Defensores. A parceria contratual entre Marvel e Netflix pressupôs a criação de um novo grupo dos Vingadores, agora televisivo. Isto, a partir da convergência das histórias destes super-heróis, destacados individualmente em suas próprias séries.

Enquanto os Vingadores são salvadores intergalácticos, os Defensores são mais, digamos, regionalizados. Os interesses deles ficam circunscritos à cidade de Nova York e aos problemas criminais de seus bairros, em particular. Mafiosos, gangues, e por aí vai.

A idéia é sensacional, certo? Certo. Entretanto, a série criada por Douglas Petrie e Marco Ramirez não alavancou. Foi a pior audiência de todas as séries do gênero Marvel de ação, já produzidas. Por isso, a Netflix não deu continuidade e ela foi cancelada.

Quem sabe em breve

Apesar disso, há uma série de fãs da ideia – nós incluídos – que esperam que os erros sejam corrigidos e a narrativa seja mais estruturada. Quem sabe ainda nos depararemos com um grande sucesso daqui a alguns poucos anos.